A musica que respiramos


A música é tão presente em nossas vidas, que nem nos damos conta. Poderíamos fazer um paralelo de raciocínio com a ideia de que o ar (mais especificamente, o oxigênio) é tão importante que não nos damos conta de sua presença; somente na sua ausência é que nos damos conta de quão indispensável ele é. Seguindo este pensamento, poderíamos dizer que a ação da música, qual o oxigênio, em nossas vidas ocorre sem que percebamos.

Notas Musicais: 3 variações sobre a metáfora dos cegos e do elefante


3 possibilidades de leitura da metáfora dos cegos e do elefante. Trata da ideia de uma aspiração de universalidade que esta metáfora comumente enseja. Tais leituras se dão num contexto de problematização da relação entre as contingências e limites da linguagem e as concepções de música.