“A Dança do Tempo”


Estava navegando na internet e encontrei este vídeo no Youtube de uma música que escrevi para uma peça de teatro da Cia dos Ditos Cujos chamada “Amor que é de mentira ou mentira que é de amor“.

Escrevi a melodia e mostrei para Bruno Menegatti (viola) e Maurício Braz (clarinete) e então criamos o arranjo coletivamente junto com a encenação dos atores para a qual ela foi criada. Foi uma experiência muito interessante tocar com estes dois grandes amigos e músicos.

A música tocada por nós — trio Choros e Serestas — pode ser ouvida no vídeo:

Anúncios