Wittgenstein e pesquisa em Música e Educação no Brasil


Ao trazermos as reflexões de Wittgenstein para o campo da educação musical, espero poder contribuir com uma abordagem que até então não encontrada em pesquisas no campo da educação musical, no Brasil. Para isto foram tomadas como principal referência as produções das duas principais associações brasileiras de pesquisa, a saber: os Anais de Encontros e Congressos da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Música (ANPPOM) e os Anais e Revistas da Associação Brasileira de educação musical (ABEM). Considerando, no entanto, que tal corpus é por demais extenso a uma análise mais aprofundada, por isso foram feitas buscas de alusões à Wittgenstein, verificando em que ocasiões sua obra é utilizada como referencial, ou somente citada. Limitando ainda mais este corpus, adotou-se somente o material disponível na Internet, considerando a exequibilidade desta busca panorâmica, possibilitada pelas ferramentas de navegação e buscas textuais que permitem localizar palavras com muita rapidez. Quando as menções à Wittgenstein foram encontradas, estas foram contextualizadas dentro dos textos para que se pudesse ter a compreensão dos empregos das ideias de Wittgenstein, se estas figuravam como referencial teórico ou apenas citação complementar – para ficar em dois pólos.

Continuar lendo